Eternamente

O tempo nao sabe nada o tempo n tem razão
O tempo nunca existiu o tempo é nossa invenção
Se abandonarmos as horas não nos sentimos sós 
Meu amor o tempo somos nós

O espaço tem o volume da imaginação
Além do nosso horizonte existe outra dimensao
O espaço foi construido sem principio nem fim
Meu amor... tu cabes dentro de mim

O meu tesouro és tu
Eternamente tu
Não há passos divergentes para quem se quer...
Encontrar!

A nossa historia começa na total escuridão
Onde o misterio ultrapassa a nossa compreesnao
a nossa história o esforço para alcançar a luz
meu amor o impossivel seduz

O meu tesouro és tu...
Eternamente tu!
nao há passos divergentes para quem se quer...
Encontrar!

O meu tesouro és tu! 

Eternamente tu (2x)
Eternamente, caminharemos numa estrada sem saída, 
caminhos longos de fugida
Amor impossivel seduzido, perdido na manhã de um novo dia
Vida, morte, sonho... tu e eu
Eternamente um só. 
Eternamente este tesouro, de amor, calor, carinho...
 
música: Jorge Palma - Eternamente Tu
publicado por FV às 11:24